Categorias: PNLPNL Felicidade

O Amor, Sempre o Amor

 

Mesmo tendo falado sobre o amor na Roda da Vida e em um vídeo, recebi um e-mail perguntando como vencer o medo, como ter certeza de que o outro não está brincando com você no terreno amoroso.

Não há garantias ou regras no amor, aí está a beleza e o abismo desse sentimento!

Há tantas formas de amar: uma mãe olhando seu filho recém-nascido pode ser um quadro bem representativo do amor. Um cão olhando seu dono… Dois grandes amigos no momento da despedida… Um casal apaixonado no altar, na hora do sim! E em todos eles há uma situação em comum: o olhar! O olhar diz tudo, sempre. E mesmo quando o amor ainda não se fez presente, se a pessoa é uma pessoa que vale a pena investir, os sinais também vão estar presentes. E as músicas são boas mestras para falar disso! E o que dizer então se a música é montada a partir da Epístola de São Paulo e do Soneto 11 de Luís de Camões e ainda na voz de Renato Russo?

“É só o amor, é só o amor
Que conhece o que é verdade
O amor é bom, não quer o mal
Não sente inveja ou se envaidece
(…)
É não querer mais que bem querer…”

Uma pessoa com potencial para amar se preocupa com você, não te desmerece, não tenta se sobressair te jogando para baixo. É capaz de ter um pouco mais de trabalho só para te dar algo melhor ou mais seguro, em termos de cuidado. Não mente, não fala o que não sente

Há pessoas que te chamam de meu amor como se fosse um jargão, que dizem eu te amo só porque querem conquistar? Sim, mas os atos não endossam as palavras. Se você quer um amor de verdade, seja verdadeiro, não prometa o que não vai querer cumprir, não fale o que não sente. Se algo incomoda, não espere até estar sufocada para atirar isso na cara do outro de qualquer maneira. Seja o seu melhor, dê o seu melhor – não para o príncipe ou princesa encantada, mas para todos que merecem seu amor (amigos, animais, família, para a vida), e não tente se enganar para dizer que tem alguém, leia a pessoa que está com você: se perceber que essa pessoa, apesar dos defeitos (pois somos humanos), tem um bom potencial para te dar o amor que você quer, merece e necessita, invista! E se perceber que todos os sinais te demonstram que o outro não vai te poupar de nada, que não torce por você, pelos seus sonhos, que não é companheiro, meigo, altruísta, bondoso ou cuidadoso com você, que não é nem um bom colega se quer, saia dessa relação antes que ela se torne abusiva de algum modo (a menos que seja algo passageiro para os dois, e que esteja bem claro isso). E se ponha disponível de novo para a vida! Você pode ficar um tempo sozinha? Sim… Mas o resultado no final pode valer muito mais a pena!
E se nesse momento você leu toda a parte boa e a outra pessoa se encaixou em tudo, parabéns, sinta-se muito sortuda e… agradeça – como diria Tim Maia:

“Jogue suas mãos para o céu
E agradeça se acaso tiver,
Alguém que você gostaria que
Estivesse sempre com você
Na rua, na chuva, na fazenda
Ou numa casinha de sapê”

E faça valer a pena, cuide para ser essa pessoa para ela também!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *